Aluguel de Temporada para Natal e Réveillon Aluguel de Temporada Caldas Novas

Pesquise Preços

Ciclista ferido na Argentina diz que taxista queria 'matar todo mundo'

Postado por Sport Time às 3/29/2013 08:50:00 PM
Aluguel de Temporada Caldas Novas
O taxista, que está foragido, atropelou um grupo de ciclistas do Movimento Mundial Massa Crítica, em Buenos Aires

Taxista atropela ciclistas e arrasta bicicleta em Buenos AiresClique no link para iniciar o vídeo
Taxista atropela ciclistas e arrasta bicicleta em Buenos Aires








Ferido depois que um taxista avançou sobre uma marcha do braço argentino do movimento mundial Massa Crítica na quinta-feira, em Buenos Aires, o ciclista Federico Morris relembrou hoje o terro que viveu depois de ter sua bicicleta destruída e de ter sido arrastado por cerca de 300 metros no capô do táxi. "Ele dizia claramente que queria matar todo mundo", afirmou o jovem.

O atropelamento do grupo de ciclistas, que deixou outras duas pessoas feridas, aconteceu no bairro de Palermo. Segundo um dos membros do movimento Massa Crítica que testemunhou o incidente, Guillermo Gambetta, tudo começou quando o grupo de mais ou menos 700 ciclistas que partiu do Obelisco em direção à zona norte da cidade, parou para se reorganizar e seguir a marcha.

"Nós ficamos parados perto da ponte por onde cruza o trem da linha Mitre por uns cinco minutos, quando, de repente, um taxista da franquia Radio Taxi Premium, que dirigia um Volkswagen modelo Voyage, começou a insultar as pessoas que faziam a contenção dos carros no final da marcha", relembra Guillermo.

O ciclista conta ainda que, não contente em insultar, o motorista do táxi começou a avançar com o veículo para cima da multidão dizendo que se eles não avançassem, iria matar todo mundo. Neste momento, ele teria atingido a roda de uma das bicicletas e, em reação, um dos ciclistas golpeou o capô do carro, aos gritos de "Para, louco". O taxista teria respondido com mais violência, avançando sobre três bicicletas.

Em uma delas estava Federico, que participa da Massa Crítica há um ano e meio. "Eu fazia parte da linha de contenção e quando ele avançou sobre a minha bicicleta e a de outros dois companheiros, eu cai em cima do capô do taxi e me agarrei com toda a força ao para-brisas para não ser amassado, como aconteceu com a minha bicicleta", relata o jovem.

Os gritos dos outros ciclistas não foram suficientes para deter o taxista, que seguiu com Federico agarrado ao capô de seu carro por cerca de 300 metros a uma velocidade de 40 quilômetros por hora.

Segundo declarações do Secretário de Segurança Nacional, Sergio Berni, o taxista, que conseguiu fugir do local, teve seu veículo identificado e localizado em um estacionamento nas proximidades do bairro portenho de Matadeiros na tarde desta sexta-feira. O motorista, no entanto, continua foragido.

O jovem atropelado segue com fortes dores no braço e sem sua bicicleta, completamente destruída. Federico não quis dar mais informações sobre o suposto processo que sua família teria aberto na Justiça contra o motorista e a companhia de táxi.

Atropelador de ciclistas no RS irá a júri popular

Um caso semelhante ao de Buenos Aires aconteceu em fevereiro de 2011 em Porto Alegre (RS), quando o funcionário público Ricardo Neis atropelou um grupo de ciclistas do Massa Crítica. Ele irá a júri popular acusado de 11 tentativas de homicídio simples e cinco lesões corporais.

Segundo a Polícia Militar, 100 ciclistas seguiam pela rua José do Patrocínio quando foram surpreendidos por um Golf preto na esquina com a rua Luiz Afonso. A maioria escapou do atropelamento, mas 17 ficaram feridos, sendo cinco com lesões, que foram encaminhados ao Hospital de Pronto Socorro.

A polícia disse que o atropelamento foi intencional e que o motorista do Golf acelerou várias vezes antes de derrubar os ciclistas. Ricardo Neis foi preso no dia 2 de março. Em depoimento à Polícia Civil, ele alegou legítima defesa, relatando que os manifestantes agiram com violência contra seu carro. O funcionário público foi solto alguns dias depois, mas foi acusado pelo Ministério Público de tentativa de homicídio. Ricardo Neis fez curso de reciclagem de trânsito, mas deixou de dirigir e voltou a trabalhar.

0 Response to "Ciclista ferido na Argentina diz que taxista queria 'matar todo mundo'"

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mídias Sociais Sportime

Siga-nos no Twitter Siga-nos no Facebook Siga-nos no Orkut Siga-nos no YouTube Siga nosso Feed Siga-nos com FeedBurner Siga-nos no Google Friend Connect Siga-nos no Flickr

Vídeos sugeridos

Loading...

Ciclismo de Estrada

Postado por Simone Alves em 01/02/2009

Ciclismo de estrada ou ciclismo em estrada é um tipo de competição esportiva, derivada do ciclismo, disputada em estradas utilizando de bicicletas próprias para este fim que, no Brasil, são conhecidas por Speed...

ciclismo de estrada

Ciclismo de Pista

Postado por Simone Alves em 01/02/2009

O Ciclismo de pista é um esporte de velocidade que se pratica em pistas especialmente construídas para esta modalidade conhecidas como velódromo...

ciclismo de pista

Mountain Bike

Postado por Simone Alves em 01/02/2009

Mountain Bike, ou Bicicleta de Montanha, é um tipo de bicicleta usado no Mountain Biking, uma modalidade de ciclismo na qual o objetivo é transpor percursos com diversas irregularidades e obstáculos...

mtb

Downhill

Postado por Simone Alves em 01/02/2009

Downhill (descida de montanha, traduzido para o portugues), é uma modalidade do Mountain Bike nascida na California, pelos ciclistas hippies da época, para sair da rotina do asfalto...

downhill

BMX

Postado por Simone Alves em 01/02/2009

BMX (Bicycle MotoX ou ainda bicycle motocross) é uma forma de ciclismo ou de determinado tipo de bicicleta geralmente que fazem o uso de rodas de 20 cm de raio...

bmx